PROFETAS DE ONTEM E DE HOJE

Vida após a morte Ortodoxa : Theotokos e a mulher que não confessou

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Era uma vez uma senhora virtuosa e temente a Deus, que era casada e tinha filhos.  Ela nunca se ausentou da Igreja, deu generosamente aos pobres, jejuou e possuía muitas outras virtudes também.  Mesmo assim, essa infeliz mulher cometeu um pecado que ela nunca confessou.  Frequentemente, ela procurava seu pai espiritual com a intenção de revelá-lo; entretanto, depois de confessar todas as suas outras transgressões, ela se sentia envergonhada e deixava de relatar esta transgressão também.

Esta senhora frequentemente ficava de pé e chorava inconsolável diante do ícone da Mãe de Deus, implorando à Sua compaixão que perdoasse o crime.  Finalmente, ela morreu sem confessar seu pecado a ninguém.  Quando ela repousou, seus familiares esperavam que uma de suas filhas de uma região distante chegasse para o funeral, por isso não a enterraram até o terceiro dia.

Enquanto eles cantavam o ofício fúnebre na Igreja – “grandes são as tuas maravilhas, ó Senhor!” – esta falecida mulher voltou à vida.  Ela sentou-se no caixão e proclamou o seguinte: “Grande é o teu poder, Virgem Maria!”  Então ela pediu que alguém chamasse seu pai espiritual.  Quando ele chegou, ela confessou seu pecado oculto a ele, e então disse o seguinte para que todos ouvissem: “Eu, a desgraçada, por vergonha, não confessei um pecado que havia cometido. ”

Chorei todos os dias por esse erro com muita contrição, implorando à Sempre-Virgem Theotokos que mostrasse Sua misericórdia por mim e não me permitisse ser condenada por esse pecado específico.

Assim que minha alma miserável saiu do meu corpo, no entanto, muitos demônios a agarraram como lobos selvagens, zombando de mim por meu pecado oculto.  Eles estavam se alegrando por esse pecado e presumiram que me reteriam por causa dele.  Depois que me arrastaram para o Inferno, onde havia uma escuridão profunda e um sofrimento inconsolável, inesperadamente, apareceu o intercessor dos pecadores e a Rainha dos Anjos.  Ela estava brilhando mais forte do que o sol, e emitiu a luz ilimitada de Deus em toda aquela área sombria.  Censurando os demônios por me levarem sem que o Senhor lhes tivesse dado autoridade para fazê-lo, Ela me resgatou de suas mãos e disse-lhes: ‘Vamos levá-la ao justo Juiz, e que seja feito o que a Sua compaixão decidir.’  Então ela se virou para mim e disse: ‘Não temas, minha filha.  Vou te ajudar.’

“Quando ela me levou a Cristo, o Senhor, eu O vi sentado em um trono magnífico. Eu poderia dizer que Ele estava chateado e descontente comigo, pronto para me condenar à morte eterna. Mas Nossa Senhora Theotokos ficou diante dEle com humildade e disse: ‘Eu oro e imploro Tua bondade, Meu Filho compassivo e amoroso Deus. Por favor, perdoe esta pobre alma por Tua grande misericórdia e por Teu Sangue imaculado e precioso, que Tu fizeste derramar pelos pecadores. Tu sabes a grande reverência que ela tinha por mim e quantas lágrimas ela derramou diante do meu ícone, chorando por seu pecado. ‘

O Senhor, entretanto, respondeu: ‘Você sabe, minha querida mãe, que ninguém pode ser salvo sem o mistério da confissão que salva uma vida, que esta alma tolamente desconsiderou.  Ela não confessou seu pecado, e agora perdoá-la não é possível para Mim; pois no Hades não há arrependimento.

A Theotokos respondeu, ‘Verdadeiramente meu filho mais doce.  Ninguém pode ser salvo sem confissão; no entanto, Você é o Governante da vida e da morte e é capaz de todas as coisas.  Peço-Lhe que se lembre das numerosas boas ações desta infeliz alma e, acima de tudo, sua fervorosa adoração e seu tremendo amor e fé por Mim, e mostre a ela Sua infinita compaixão, que excede todos os pecados do mundo. ‘

Então Cristo respondeu: ‘Para não te entristecer, querida Mãe, ordeno a esta alma que volte ao seu corpo.  Que ela confesse seus pecados de acordo com a lei e então seja perdoada. ”

“Quando o Mestre Cristo acabou de dizer isso, meu anjo da guarda voltou minha alma ao meu corpo e me trouxe de volta à vida, como vocês testemunharam. E agora estou prestes a morrer de novo a qualquer momento. Por isso, peço a todos vocês, minha família e amigos, e minha filha amada: parem de chorar porque vocês não me ajudam chorando. Em vez disso, celebrem-me durante as Divinas Liturgias, e dêem tantas esmolas como puderem em meu nome.  Vivam com cuidado, pelo amor de Deus, para que não O entristeçam com nada, e confessem todos os seus pecados com sinceridade, sem ocultar nenhum deles.” E, tendo dito essas coisas, ela adormeceu mais uma vez no Senhor.

Veja Também

outubro 20, 2021

Oração a Nossa Senhora Desatadora dos Nós -novo

outubro 20, 2021

Oração a Nossa Senhora Desatadora dos Nós

janeiro 7, 2021

Eu adoro, ó Jesus, tuas cinco Chagas

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?